Sites Grátis no Comunidades.net Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis

Filmes



Total de visitas: 90793
Cujo

Voltar ao Menu

Cujo


 

Cujo - Capa Brasileira


Adaptação do Livro: Cão Raivoso (Cujo, 1981)


Adaptação do Conto: ----------


Título Original: Cujo


Ano de Produção: 1983


Duração: 091 minutos (1 hora e 31 minutos)


Data de Estréia nos EUA: 12/08/1983


Data de Estréia no Brasil: 13/01/1984


Elenco: Dee Wallace, Danny Pintauro, Daniel Hugh Kelly, Christopher Stone, e Ed Lauter


Direção: Lewis Teague


Distribuidora: Paramount Pictures


IMDb: http://www.imdb.com/title/tt0085382/


Sinopse: Na pequena cidade de Castle Rock, Donna e Vic Trenton vivem uma crise conjugal. Donna costuma trair Vic com o seu amigo Steve. Pra piorar a situação, os cereais cuja publicidade é Vic quem cuida acabaram provocando uma reação curiosa nas crianças que pode acabar com o produto. Seu pequeno filho Tad não pára de ter pesadelos à noite sobre monstros, mas o pior ainda estar por vir. Enquanto consertam o carro no mecânico, a família Trenton conhece Cujo, um simpático São Bernardo carinhoso com todos, só que há um terrível problema com Cujo. Em uma de suas caçadas o cão acabou sendo mordido por um morcego, e inevitavelmente ele ficou hidrófabo. Cujo agora espalhará uma trilha de sangue por Castle Rock, e a família Trenton estará em um perigo mortal.


Disponível no Brasil em: DVD & VHS


CURIOSIDADES


- Para fazer o São Bernardo atacar o carro, os treinadores do cão colocaram seus brinquedinhos favoritos dentro do carro fechado, assim fazendo com que ele desesperadamente tentasse pegá-los, parecendo no filme, que na verdade ele tentava atacar os personagens.

- Cinco São Bernardos foram usados, uma cabeça mecânica, e um cara vestido numa roupa de São Bernardo.

- "Cujo" é uma palavra indígena antiga, que significa "força invencível".

- Stephen King contribuiu substancialmente para o roteiro, mas eventualmente recusou o crédito como roteirista.

- A dublê Jeannie Coulter estava dentro do carro com uns dos brinquedos para atrair o cão. A janela estava parcialmente abaixada, o cão pulou e pôs as patas na janela, forçando-a a descer para alcançar seu brinquedo. A reação de Jeannie foi de abaixar o brinquedo, com isso o cachorro lhe deu uma bela mordida no nariz. Ela foi tratada no hospital e logo liberada. Houve um rumor falso de que o cachorro em questão estava com raiva, assim como Cujo.

- A baba na boca do cachorro foi feita misturando claras de ovo e açucar. O cachorro dava problemas à equipe porque não parava de querer comer a deliciosa mistura, assim a tirando da boca.

- Peter Medak seria o diretor original do filme, mas Teague acabou ficando com o lugar.

- Um rottweiller foi usado em algumas cenas de closes, porque um São Bernardo não conseguia parecer tão malvado.

- Os cães usados no filme tinham seus rabos presos às patas, porque eles se divertiam tanto nos sets, que seus rabos não paravam de balançar, obviamente não era uma reação de um cão raivoso.

- Primeiro filme de Danny Pintauro e Daniel Hugh Kelly.

- Dee Wallace agradou muitos pais com sua representação. Vários pais disseram que o desespero de Donna para com seu filho Tad só poderia ser interpretado por alguém que realmente entende o sentimento de ser pai.

- A história surgiu para King em um certo dia em que ele conheceu um furioso cachorro de um mecânico que consertava sua moto.

- Lewis Teague foi recomendado pelo próprio King, depois que ele viu o filme passado de Teague, o clásico Alligator: O Jacaré Gigante (1980).

- 58° posição no ranking da Bravo dos 100 Mais Assustadores Filmes.

- Dee Wallace e Christopher Stone (que interpreta seu amante) estavam casados na época das filmagens.

- O pequeno Danny Pintauro tinha apenas seis anos na época das filmagens, e ainda não sabia ler, ele decorava as falas graças a ajuda de sua mãe, que lhe lia as falas do roteiro.

- O exterior da casa dos Trenton é uma fachada.

- Na parte em que Cujo cerca os Trenton dentro do carro, supostamente era pra estar realmente quente, a ponto dos atores suarem, mas o clima estava na verdade muito frio, tanto que aquecedores foram postos dentro do carro para manter os atores quentes, mas tinham que ser desligados na hora de gravar, pois o barulho das máquinas atrapalhavam.

- Xarope Kayro seco foi usado como sangue falso (o mesmo que aconteceu na adaptação de Carrie, a Estranha).

- A neblina na cena em que Brett encontra Cujo foi criada por uma máquina naval de neblina, isso acabou trazendo os bombeiros da cidade, que viram a neblina, mas pensaram que a floresta onde ocorria as gravações estava pegando fogo.

- Stephen King cita este filme como sendo uma das mais bem sucedidas adatações e um dos mais apavorosos filmes baseados em suas obras, ele se refere particularmente à cena em que Cujo salta pela primeira vez na janela do carro.

- O pequeno Pintauro realmente mordeu os dedos de Dee Wallace na cena em que ele começa a ter convulsões, a reação da atriz na cena é bem legítima.

- Depois do filme, a atriz Dee Wallace disse que jamais iria querer ver outro Ford Pinto (o carro usado nas filmagens) na sua frente.


CURIOSIDADES COM SPOILERS


- Na novela original de Stephen King, o pequeno Tad acaba falecendo por desidratação, enquanto no filme ele sobrevive.


TRAILER



Criar um Site Grátis   |   Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net