Sites Grátis no Comunidades.net

Filmes



Total de visitas: 91797
O Nevoeiro

Voltar ao Menu

O Nevoeiro


 

O Nevoeiro - Capa Brasileira


Adaptação do Livro: Tripulação de Esqueletos (Skeleton Crew, 1985)


Adaptação do Conto: O Nevoeiro (The Mist, 1980)


Título Original: The Mist


Ano de Produção: 2007


Duração: 126 minutos (2 horas e 06 minutos)


Data de Estréia nos EUA: 21/11/2007


Data de Estréia no Brasil: 28/08/2008


Elenco: Thomas Jane, Marcia Gay Harden, Laurie Holden, William Sadler e Jeffrey DeMunn


Direção: Frank Darabont


Distribuidora: Dimension Films


IMDb: http://www.imdb.com/title/tt0884328/


Sinopse: Quando um misterioso nevoeiro cerca uma cidade do Maine, um grupo de pessoas se vê preso dentro de um supermercado. Logo eles percebem que estranhas criaturas estão dentro do nevoeiro à espreita. Um pai e seu filho, uma mulher, uma senhora, e mais um grupo de pessoas, luta para manter a sanidade, enquanto uma fanática religiosa começa a pregar que se trata do fim do mundo, e aos poucos vai arranjando seguidores. Começa então um horror psicológico para todos, quando a esperança parece perdida. Mas é possível que a maior ameaça esteja entre eles mesmos.


Disponível no Brasil em: Blu-Ray & DVD


CURIOSIDADES


- Não é a primeira vez de William Sadler com "O Nevoeiro". Ele interpretou David Drayton na versão audio-book da história.

- Pra poupar tempo, o produtor e diretor Frank Darabont contratou a equipe dos camêras do seriado "The Shield" (2002), para filmar. A equipe está acostumada a se mover rápido, devido ao ritmo do seriado. Havia duas unidades, que pouparam um bom tempo.

- Na abertura do filme, David está pintando em seu quarto. A pintura é do pistoleiro Roland, da série A Torre Negra. Outro desenho lá é do pôster de O Enigma do Outro Mundo (1982) de John Carpenter, que também escreveu e dirigiu A Bruma Assassina (1980), que divide óbvios temas similares à O Nevoeiro.

- Além da ilustração do Pistoleiro, há outra conexão direta com A Torre Negra. A fala "Minha vida para você", dita pela Sra. Carmody. Isto foi dito por vários vilões da série A Torre Negra, que juraram aliança à Walter o'Dim, um dos maiores antagonistas. A mesma frase é dita no filme/livro de "A Dança da Morte", e falada por Randall Flagg em outro livro.

- Durante uma cena de ação, um homem derruba uma estante, que carrega vários livros de King.

- Quando o grupo está na farmácia ao lado, David (Thomas Jane) pega revistinhas do Hellboy. Mais tarde, na vida real, Jane dirigiu o filme baseado em história em quadrinho Dark Country (2009) estrelado por Ron Perlman, estrela da versão cinematográfica de Hellboy (2004), e de dois filmes de Stephen King (Sonâmbulos, e Desespero).

- Frank Darabont concordou em realizar o filme com a Dimension com a condição de que não importava o que, eles não mudariam o final do filme. Eles concordaram.

- O diretor Frank Darabont originalmente queria que o filme fosse exibido em preto e branco. O DVD duplo contém a versão em preto e branco no segundo disco.

- A farmácia ao lado é chamada de "King's Pharmacy", uma provável referência ao autor Stephen King, que interpretou um farmacêutico em sua outra adaptação A Maldição (1996).

- O pôster da Torre Negra, e todos os outros no quarto, foram pintados por Drew Struzan, famoso artista de pôsteres. Star Wars (1977), Indiana Jones, Harry Potter, O Enigma do Outro Mundo (1982), Blade Runner: O Caçador de Andróides (1982), Um Sonho de Liberdade (1994), À Espera de um Milagre (1999), além, claro, do pôster deste filme.

- Apesar de se passar no Maine, o filme foi feito em Minden, Louisiana. Para a felicidade de Frank Darabont, Stephen King não conseguiu distinguir a Louisiana do Maine, enquanto via o filme.

- Thomas Jane presenciou o processo de edição do filme, pois estava interessado em aprender sobre isso.

- Quando David pega um gibi na farmácia, é possível ver uma edição do "The Goon" no fundo. Eric Powell, criador do gibi, é visto nos extras do DVD como amigo de Frank Darabont e da equipe.

- O diretor Frank Darabont queria colocar Stephen King num papel, mas ele recusou. Seu papel foi para Brian Libby.

- Inicialmente seria feito pela Paramount Pictures.

- Na farmácia, enquanto procura um gibi para o filho, Frank Darabont propôs à Thomas Jane que ele deveria pegar uma cópia de "The Punisher: War Journal" já que Jane havia interpretado o personagem nos cinemas. Jane recusou porque ele teve uma discussão com os produtores do filme, e decidiu não voltar a reprisar o papel na seqüência, ele pegou ao invés disso, uma cópia de Hellboy.

- Gravado durante o hiato de seis semanas de "The Shield" (2002) cujo seus cinematógrafos, dois operadores de câmera, editor e supervisor de roteiro foram pegos "emprestados" pelo diretor, que já havia trabalhado com eles no programa.

- O primeiro filme que Frank Darabont fez que se passa no presente.

- O filme mais curto de Darabont até hoje. Filmado em 37 dias.

- A terceira adaptação de Stephen King feita por Frank Darabont. As outras duas são Um Sonho de Liberdade (1994) e À Espera de um Milagre (1999). Os atores William Sadler, Jeffrey DeMunn, e Brian Libby também participaram de todas as três.

- Terceira aparição de Frances Sternhagen num filme de Stephen King. Ela esteve em Louca Obsessão (1990) e Jovem Outra Vez (1991).

- Stephen King dise que ficou genuinamente assustado ao ver a adaptação de sua história, o que fez Frank Darabont descrever isso como o momento mais feliz de sua carreira.

- Norm veste uma camiseta da WKIT Radio em Bangor, Maine. Essa é uma das três rádios de propriedade de Stephen King.

- A placa parcialmente destruída no final do filme, é a placa da Interestadual 295, em Falmouth, Maine.


CURIOSIDADES COM SPOILERS


- De acordo com a revista Cinefex, há uma cena no final do conto que não estava no roteiro. Nela, David e os outros com ele no carro, viam um monstro gigante de 6 patas. Darabont originalmente tinha essa cena no roteiro, mas havia tirado-a, porém devido a várias pessoas do setor de efeitos especiais reclamarem disso, ele foi convencido a colocar a cena de volta.

- Wilhelm Scream: Quando Cornell morre.

- Frank Darabont originalmente escreveu uma abertura em que os militares mencionados pelo soldado Jessup acidentalmente abrem o portal que deixam as criaturas e o nevoeiro invadirem nosso mundo. Em um jantar, Andre Braugher questionou Darabont se essa cena realmente era necessária. Depois de pensar nisso por uma semana, Darabont se convenceu a tirar a cena, deixando a natureza do nevoeiro mais ambígüa.

- O "controverso" final de Frank Darabont vem diretamente do material original de Stephen King. Escrito em primeira pessoa, David guarda isso na cabeça como uma distante possibilidade, notando que há três balas e quatro pessoas (Dan Miller não sobrevive na noveleta), mas ele termina seu diário e o deixa num restaurante que os sobrevivente acharam como refúgio, antes que o carro fique sem gasolina. Darabont achou que esse final era ambígüo demais, e escreveu a história com seu clímax finito, e o final dele, dito por Darabont nos comentários do dvd, foi endorsado pelo próprio King, que disse que desejava ter pensado nesse final quando escreveu a história.

- Quando o tentáculo do monstro é multilado nos fundos do supermercado por David, ele se mexe, fica preto, e derrete num monte de gosma. Este é o exato processo que acontece quando uma criatura vinda de outro mundo morre na novela "Buick 8", especulando que talvez as dimensões abertas em ambas as histórias são a mesma.

- Amanda tem um revólver de seis balas vazio, com 12 balas guardadas, no decorrer do filme, exatos 12 tiros acontecem antes que o revólver fique sem munição.


TRAILER


Criar um Site Grátis   |   Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net